Leite Adaptado

Última revisão deste tema: 07/09/2014

Partilhe nas redes sociais:

 

 

 

A alimentação com leite adaptado (de fórmula) faz sentido para as mães que não conseguem produzir leite suficiente para os seus bebés (comprovado pelo médico) ou quando, por qualquer razão médica, as mães não possam dar o seu leite apesar de produzirem o suficiente.

 

Existem no mercado várias formulações e marcas disponíveis. O mais importante será escolher uma fórmula apropriada para a idade do bebé. Salvo indicação do médico assistente, deverá ser iniciada uma formulação normal.

 

Existem também formulações especiais que estão indicadas para bebés com situações clínicas identificadas pelo que deverão ser oferecidos perante indicação médica e incluem:

 

- Leites hipoalergénios (HA)

         - Parcialmente hidrolisados

         - Extensamente hidrolisados (para bebés compleramente intolerantes às proteínas do leite)

- Leites anti-regurgitação (AR)

- Leites anti-cólicas (AC, Digest ou Confort)

- Leites anti-obstipação (AO)

 

A eficácia de muitos destes leites nem sempre está clinicamente demonstrada. No entanto, poderá fazer sentido para os bebés que já fazem leite de fórmula normal e que apresentem uma das situações clínicas anteriores. O seu uso deverá ser considerado apenas após discussão com o médico assistente.

 

 

Como preparar o leite?

 

Todos os leites de fórmula são feitos desta forma: 1 colher de medida para 30 ml de água. Deve colocar a água (depois de fervida) no biberão antes de colocar as colheres de medida. Por exemplo, se for preparar um leite com 4 colheres de medida, necessitará de colocar 120 ml de água no biberão (4x30).

 

 

Que quantidade de leite por dia?

 

É uma pergunta muito pertinente que os pais frequentemente colocam na consulta. Como saber se o que se está a dar é suficiente ou é a mais? Muito frequentemente, os bebés alimentados a leite adaptado acabam por aumentar de peso com uma velocdade superior e em excesso, comparativamente aos bebés alimentados a leite materno. Isto deve-se a vários fatores, entre os quais a maior facilidade de sucção pelo biberão e as propriedades intrínsecas do leite adaptado.

 

Agora as contas. Estes são cálculos para os bebés alimentados apenas a leite, antes do início da divesificação alimentar. Para a quantidade de leite depois da diversificação alimentar, consultem a secção própria.

 

De uma forma geral, um bebé no início de vida necessita de 100-110 kcal por cada kg de peso. Por outro lado, cada colher de medida do leite adaptado tem cerca de 20 kcal. Com estes dados pode-se calcular o número de colheres de medida que o bebé necessita por dia para satisfazer as suas necessidades nutricionais. Se o seu bebé consome um valor muito superior de colheres de medida por dia, talvez seja necessário rever a sua alimentação. No calor, as necessidades hídricas do bebé podem sobrepor-se às oferecidas pelo leite, pelo que a água deve também ser oferecida entre as mamadas. O seguinte quadro serve como orientação para a quantidades diária de leite.