Emergências - Engasgamento e paragem cardiorespiratória

Última revisão deste tema: 26/10/2014

Partilhe nas redes sociais:

 

 

 

 

O que fazer quando o seu bebé se engasga?

 

A maioria das situações de engasgamento ou sufocação ocorrem durante a alimentação ou quando as crianças estão a brincar com objetos suficientemente pequenos para serem engolidos. Esta é uma situação relativamente comum mas poderá ser grave. É importante não entrar em pânico e atuar rapidamente.

 

Quando uma criança até a 1 ano de idade se engasga mas ainda consegue tossir deve-se tentar desobstruir a via aérea, com cinco pancadas nas costas entre as omoplatas alternadamente com cinco compressões no toráx (como descrito abaixo).

 

Não se deve realizar compressões abdominais nas crianças pequenas pelo perigo de causarem lesões nos órgãos abdominais.

 

Tente memorizar o procedimento:

1. Ponha o bebé nas suas pernas com a barriga virada para baixo e segure-lhe a cabeça com uma mão, de forma que a cabeça fique mais baixa que o resto do corpo;

2. Dê pancadas repetidas entre as duas omoplatas  – até 5 pancadas;

3. Se estas não forem eficazes, ou seja, o bebé continua engasgado, mude o bebé de posição, virando-o de barriga para cima e segure com uma mão a cabeça do bebé pela nuca, mantendo a cabeça mais baixa que o resto do corpo

4. Aplique desta vez compressões no tórax com dois dedos  da sua mão, os dedos deverão estar esticados e causarem uma depressão de cerca de 1/3 da sua altura  – até 5 compressões;

5. Após as 5 compressões inspecione a boca e retire qualquer objeto, MAS APENAS SE FOR VISÍVEL, não tente buscar com os dedos qualquer objeto que não consiga ver, pois poderá obstruir ainda mais a via aérea.

6. Repita a sequência: 5 pancadas nas costas à 5 compressões no tórax até a criança respirar normalmente.

7. Enquanto não conseguir desobstruir a via aérea não abandone o bebé, grite por ajuda e peça para ligarem para o 112.

 

Se conseguir remover o objeto mas existir alguma dúvida que parte deste (ex.: peças mais pequenas de um brinquedo) ainda poderá estar na via aérea deverá recorrer ao hospital para o bebé ser examinado.

 

Caso não consiga desobstruir a via aérea o bebé poderá deixar de respirar e ficar inconsciente. Nesta situação terá de realizar Suporte Básico de Vida (SBV), como descrito a seguir.

 

 

 

Bebé inconsciente - Suporte Básico de Vida

 

1. Coloque o bebé sobre uma superfície plana e dura

 

2. Grite por ajuda (peça para ligarem o 112), mas não abandone a criança

 

3. Abra a boca do bebé e se vir algum corpo estranho (ex.: osso, brinquedo, comida) retire-o com os dedos (mas apenas se este for visível)

 

4. Para a via aérea ficar o mais aberta possível coloque uma mão na testa do bebé e empurre-a ligeiramente para trás e faça 5 ventilações (respirações) boca-a-boca ou, nos casos dos bebés boca-nariz e boca:

         - Adapte a sua boca à volta da boca e nariz do bebé e sopre lentamente para o interior da boca e nariz do bebé

 

5. Debruce-se sobre a criança e procure saber se está a respirar:

         - Veja se há movimentos do tórax ao inspirar, se ouve o bebé a respirar ou ainda se sente a passagem do ar na sua face, durante 10s

 

6. Se o bebé respirar deve coloca-lo de lado, com uma almofada atrás das costas

 

7. Se não respirar deve iniciar de imediato compressões na parte inferior do tórax (com dois dedos, no caso dos bebés ou com uma mão quando se trata de crianças maiores)

 

8. faça ciclos de 30 compressões e 2 ventilações

 

9. Se no final de 1 minuto ainda estiver sozinho deverá abandonar a criança para chamar ajuda e ligar 112

 

 

REFERÊNCIAS

1. European Resuscitation Council Guidelines for Resuscitation 2010. Resuscitation 81 (2010) 1219–1276

2. Instituto Nacional de Emergência Médica, Manual de Suporte Avançado de Vida, 2007.

3. Urgência Pediátrica Integrada do Porto, Orientações Clínicas, 2010.